Follow me:

O Retorno de Simone

Como foi o seu Natal? 🎅🏿

Natal é uma época complicada para mim. Meu relacionamento com a minha família sempre foi tempestuoso. Não encare essa afirmação como sinônimo de falta de amor e cuidado (pois não é), os relacionamentos não são contas impecáveis de Instagram. Porém, nos últimos anos eu não tive boas confraternizações natalinas, tampouco comemorações memoráveis de Réveillon.

E todo ano eu penso, eu mentalizo: dessa vez vai ser diferente, vai ser legal, não teremos conflitos, vamos rir e celebrar, brindar com graça ouvindo o tilintar das taças de vinho, um som legal ao fundo, abraços dados, beijos distribuídos – mas isso nunca acontece.

Vou desistir do Natal e de qualquer encontro familiar por um tempo. Sinto que não é para mim, não é para eu estar ali. Já sou uma garota de poucos amigos e posso conviver com um final de ano minguado de pessoas ao redor. Aliás, se tem algo que aprendi nesses últimos anos foi justamente não ligar para a quantidade, mas para a qualidade das coisas e dos momentos vividos.

Se você guarda rancor de alguém e espera justamente o Natal, ou qualquer coisa similar, para demonstrar isso, você é muito babaca. Se tem algo para resolver, resolva com essa pessoa em específico, em um lugar apropriado, em um outro momento, mas não espere a merda do final de ano para lavar a roupa suja em cima da ceia de Natal. Deve ser bonito nos filmes ou nas séries do Netflix, mas na vida real isso é pesado pra caramba, ainda mais quando todas as palavras proferidas são injustas e falaciosas. Há outros palcos para realizar shows, procure um melhor.

Como eu gostaria de cuidar das relações como se fossem jardins.
Chega de tempestade aqui dentro. Agora, a chuva só vai molhar lá fora.

Previous Post Next Post

5 Comments

  • Reply Alê

    Poxa Izzy, que pena que o clima não foi dos melhores por aí. Há tempos as festas de fim de ano não fazem nenhum sentido pra mim e morar longe é uma benção. Dezembro é o mês que eu faço questão de passar bem longe do Brasil.

    December 27, 2016 at 7:38 pm
    • Reply Izzy

      Obrigada pela força, Alê. E agora não tá mais fazendo sentido pra mim. Uma hora a gente cansa de tentar fazer algo legal acontecer. 🙁

      January 1, 2017 at 5:38 pm
  • Reply Luiza

    Lamento que você tenha tido um Natal ruim. Tirando a minha família próxima (meus pais e irmãos), detesto confraternizações familiares porque parece que sempre rola um clima ruim, meio pesado, uma espetada ali e uma ofensa disfarçada de comentário inocente aqui, e eu fico mal.

    O jeito é realmente preferir a qualidade que a quantidade e cultivar as relações por afinidade e não consanguinidade.

    Espero que esteja tudo bem contigo e aproveito para desejar muita energia boa nesse ano que tá chegando. ♥

    December 31, 2016 at 3:40 pm
    • Reply Izzy

      Oi, Lu. Muito obrigada pelas palavras. Sempre abro um sorriso quando você aparece por aqui!
      O Natal foi triste, mas o Ano Novo compensou. Deu para recarregar a bateria e a animação. Também lhe desejo tudo de bom nesse novo ano! Para você e para os seus gatinhos! *.*

      January 1, 2017 at 5:43 pm
  • Reply BA MORETTI

    a gente é tão acostumada a ter que socializar com toda a família nessa época que as vezes nem se dá conta que nem todo ano isso dá certo, quem nem sempre é o momento pra isso. digo isso porque umas das viradas mais legais que já passei foi sozinha em casa comendo pizza e destruindo um pote de sorvete. naquele ano específico foi o que me deu paz e boas energias pra começar o ano seguinte. assim como tem anos que dá certo confraternizar. até porque não depende da gente cuidar como vai tá a vibe de todo mundo né? então bom, fica bem ♥ boas energias pra 2017. que as relações que vierem ou se fortaleceram tragam coisas boas 🙂

    January 11, 2017 at 3:02 pm
  • Leave a Reply